BALANÇO DAS ATIVIDADES DO INSTITUTO

post_abril

Instituto realiza assembleia para apresentar balanço das atividades realizadas nos últimos 4 anos e eleger nova diretoria administrativa.   

 

 

Por Keila Bis

De 2014 a 2018, o Instituto Transformar Cuidando se expandiu fortemente e esse progresso é reflexo das inúmeras ações que tem promovido. Essa trajetória foi revelada na assembleia, que aconteceu no dia 24 de março, que elegeu a nova diretoria e expôs o novo momento da instituição

Isabel Cristina Bava de Carvalho, diretora financeira do Instituto, apresentou o balanço financeiro com as despesas que chegaram a cerca de R$ 135 mil. “Por meio das doações que a Healing, a Blossom e a fundação inglesa The Twelve Healers Trust fizeram para o Instituto, foi possível potencializar as ações do Projeto Beth Bruno, além de auxiliar outros projetos como o Grupo Conquista de Ervas Medicinais (GCEM), em Santarém-PA, o Gotas de Flor com Amor, em São Paulo, e o trabalho do Frei Amarildo com as comunidades indígenas e ribeirinhas do Pará, totalizando R$ 85.330,00”, explica ela.

Luciana Chammas, a presidente do Instituto, falou sobre o trabalho que vem sendo feito e a quantidade de pessoas beneficiadas. “Nesse período, foram realizados mais de 18 mil atendimentos, com 800 pessoas envolvidas em 30 comunidades no norte do país. E novos estados passaram a fazer parte do Projeto, entre eles, Maranhão, Piauí e Roraima”, conta Luciana. “Além disso, mais de 30 cursos foram ministrados, em diferentes práticas integrativas como: florais, meditação, fitoterapia, reiki, bio magnetismo e bioenergético. E este ano, a prática da dança circular será levada aos agentes de saúde no próximo encontro ainda neste primeiro semestre.”

Durante a reunião, foram apresentados o novo site do Instituto e os canais de comunicação que foram criados e vem sendo alimentados para que as ações que envolvem o Instituto sejam documentadas e possam ficar disponíveis a todos os participantes dos projetos e parceiros, além de reforçar a preocupação da diretoria com a transparência das ações que são realizadas por meio dos trabalhos administrativos e sociais.

Outra novidade é que o projeto foi escolhido pela comissão julgadora do I Congresso Internacional de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde Pública (Intercongrepics), que aconteceu em março, no Rio de Janeiro, para ser um dos trabalhos apresentados durante o evento.

“E logo, novos multiplicadores serão formados para que possamos ampliar nossas frentes de atuação e abraçar novos grupos interessados em participar dos projetos. Tudo isso para garantir que o instituto mantenha o desenvolvimento de suas atividades e concretize seus objetivos sociais.” avisa Luciana.

No final da reunião, a nova diretoria e conselho administrativo foram votados. Até 2022, a diretoria do Instituto passa a ser formada por: Luciana Chammas, que continua como presidente, Andréa de Campos Helmeister, diretora administrativa, Isabel Cristina Bava de Carvalho continua como diretora financeira e o conselho fiscal formado por Beatriz Rabello Simões, Ana Carolina Campinho Berriel e Carmen Elena Ricci Coelho.

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado